segunda-feira, julho 19, 2010


Homens

0
Texto que peguei de um Blog!!!
No mercado, é sempre o que sobra, e está constantemente nas promoções do encarte. Mas não se engane, não, mocinha: por mais barato, vistoso ou vitaminado que aparente ser, o homem banana consegue mostrar em poucos mas necessários sinais, que é um belo idiota. Sobram, porque são devolvidos. E com o tempo, aprendemos a identificar os sinais cada vez mais cedo, muitas vezes, nem chegando a de fato "adquirir" tal fruto enganoso. Cadê os homens reais, de verdade e opinião? Cada vez mais, a bananice crônica tem tomado conta da mente masculina, o que é uma lástima. O jeito é ir experimentando, até encontrar o gosto ideal - e que no mínimo, maduro esteja.
Não se preocupe: se você ainda não teve o desprazer de conhecer algum, com certeza há tal ser no seu caminho. Você pode não perceber de cara, logo ao vê-lo. Eles se camuflam nos mais variados jeitos. Pode ser aquele super seguro e independente, que mora sozinho. O rapaz que trabalha, e não sobrevive do dinheiro dos pais. Aquele líder de um bando de amigos, sabe? Estudioso, ou cheio de estilo. A bananice é um estado de espírito: está por dentro. Por mais forte, robusto ou macho que pareça, é nas pequenas atitudes que o diagnóstico pode ser expelido: ele é um banana. Que pena.
Eles não compreendem indiretas. Você pode estar louca para ganhar um presente de aniversário, um pedido de namoro, ou uma noite enlouquecedora e quente. Não vai adiantar em nada dizer que precisa de sapatos novos, que não quer ficar com ninguém além dele, ou que, você comprou uma lingerie novíssima: pra esses entendedores, nem um turbilhão de palavras basta. Atitudes, menos ainda. Timidez, não é. Só esqueça aquelas declarações inesperadas de amor, atos grandiosos de reconciliação, ou pedidos de desculpas. Esse tipo infame de homem é incapaz de qualquer coisa que saía de sua humilde zona de conforto. É..
Propor algo, para ele é como ir ao dentista, para a maioria absoluta da população: uma tortura. É sempre levado pelo ritmo alheio. Pela vontade dos amigos, pelo esforço dos pais, pela opinião do povo. Vai naquela balada, porque os amigos vão. E se os pais acham melhor que ele não vá, que ele não faça, ou que compre algo, pode apostar: ele o fará. Vontade própria, é como se não existisse dentro deste ser molengo. Deixa você ou qualquer outra pessoa escolher o jantar, o canal da televisão, e até mesmo, as roupas que ele vestirá.
Apenas uma mulher será páreo para você, se assim sobreviver nesse relacionamento sem graça: a mamãe. Ele é quase tão apegado à la mamma que deixa que ela compre seus objetos para higiene, e boa parte de suas roupas - até mesmo, suas cuecas. E se briga com você, a opinião da sogrinha importará muito, pode ter certeza. Ou seja, além de lutar contra tanta letargia comportamental da parte do banana man, você ainda terá que driblar a mãe do dito cujo. É, sem dúvida alguma, o filhinho da mamãe, ou o menininho do papai (mesmo com quase trinta anos na cara..).Haja paciência!
Bananas não sabem dar conselhos. Não que seja por falta de vontade em ajudar, mas eles simplesmente não o sabem fazer com originalidade. Apelam para o clichê, e para eles vai sempre ficar tudo bem, basta apenas você "relaxar". Sim, claro, Sr. bundão. E se o problema é com ele, pior ainda: se fecha num casulo interno, com medo de tanta ira e revolta. Ele alegará mais tarde que, esperou você se acalmar, e que, odeia discussão. Pudera, ele não saberia como se defender (até porque, não a defende em lugares públicos quando homens assobiam para você, ou aquela menina pisa com tudo no seu pé numa festa). A culpa nunca é dele, e esse é o seu fiel argumento. Além de ser covarde, consegue ser juntamente um grande babaca.
Um dos assuntos preferidos desse tipinho é o que possui. Se não ele, os pais, os tios, ou os avós. Ele realmente acha que dinheiro impressiona, e estamos no século retrasado, quando ainda existia o dote, e os valores se davam pelo âmbito financeiro. Coitado...É tão ingênuo e influenciável, que chega a dar pena de tamanha falta de personalidade e atitude. A não existência de coragem é outra questão, que se não o sufoca por dentro, acaba a sufocando por osmose. Não assume compromisso, ainda mais, se os amigos estiverem solteiros. Quando os companheiros de futebol ou barzinho resolverem que é hora de ter uma mulher ao lado, ele pensa no assunto. E acaba ficando com a pior opção possível, porque não sabe que pessoas ficam juntas por que querem, e não por ser o momento propício. Então, ele será sempre aquele cara que namora, e ainda te procura. Ou que vive no seu pé, mesmo depois de tantos foras.
E no final, você se entedia de tanta chatice e escassez de acontecimentos, e finalmente caí fora. Afinal, a banana depois de descascada, se no chão pode escorregar. Melhor jogar fora no lixo mesmo!

0 comentários:

Postar um comentário

Bem vindo ao meu blog
Amo cada comentário que fazem aqui..

Qualquer dúvida,sugestão e crítica são bem vindos desde de que seja de forma educada..
Portanto não vou tolerar trolls me xingando
Beijos